17 setembro 2008

no mundo dos outros...

Aguardo a chegada do gaspacho que escolhi para jantar, na esplanada que habitualmente me acolhe nas noites tardias de terça-feira. Aparentemente invisível, escuto silenciosamente a discussão que se começa a gerar atrás de mim.
- 70 cêntimos um café é um roubo. Na Tavirense, que é uma esplanada chique, é só 60 - grita uma, com o estranho sotaque de quem não é da região.
- Deixa-te estar calada. Isso é alguma coisa?! Tens tanto dinheiro quanto eu - responde a outra, também ela exaltada.
De repente, levantam-se para sair e dão pela minha presença.
- Menina, você viu aquela notícia da criança que morreu no micro-ondas? Eu farto-me de chorar com isso. E ela a armar zaragata por causa de 10 cêntimos.
- É lamentável - digo-lhe eu, agarrrada ao livro que gostaria de continuar a ler.
- Olhe, você é que é uma menina muito bonita. É ou não é? - pergunta, então, à empregada, que manteve o silêncio.
- É mesmo muito, muito bonita. É que é mesmo. Olhe, felicidades é o que lhe desejo, que a menina é jovem e muito bonita.
E lá partiu, rua a baixo, repetindo em tom monorcórdico que eu era muito bonita.
E eu lá fiquei, sem vontade de voltar a ler, à espera do gaspacho com o confortável sorriso de quem vai vivendo no mundo dos outros.

3 comentários:

i am you disse...

Como a "conversa" na estação dos CTT. São estas que nos enriquecem os dias, mais que não seja pela análise destas realidades paralelas.
BG

MSIAD A POTES disse...

Toda a gente sabe que és bonita, basta olhar para ti!!
Mas não... não contente com isso tinhas de o divulgar no blog para que até quem não te conheça o saiba...
E porque não colocas a tua imagem na primeira página do Jornal??
És muito espertinha... focas a tua atenção no gaspacho para exaltar a tua beleza...

Beijinhos grandes gaja

Anónimo disse...

bonita?? devia ser vesga a mulher isso sim. porque achas que a empregada ficou calada?!

Filipe R