24 junho 2008

dia de m***a

A alombar, como já vem sendo hábito, 14 horinhas.
A contar com um feriado que, afinal, não vou ter.
A planear levar a cadela para acampar na Ilha do Farol e a desplanear em cima da hora.
A sonhar com três dias consecutivos de folga e a acordar para a realidade.
A ver baratas vermelhas, voadoras, gigantescas a passar entre os meus pés e a surgir sabe-se lá de onde.
A observar os toinos dos meus colegas (com quase dois metros de altura e 100 quilos de peso) a deixar viver os inúteis animaizinhos (porque não querem sujar a sola dos sapatos) e a tirar fotografias à minha estúpida posição (sim, deixei-me ficar o resto do dia a escrever sentada em cima da secretária e a transpirar que nem um cavalo).
E a ir para casa com vontade de espancar pessoas e boicotar todo o tipo de patronato.
**da-se que hoje custou!

4 comentários:

Raindogs disse...

Se precisarem de um fotografo...estou no desemprego. Até era giro e "destressante" teres uma companhia.

CV: Sei mudar pneus e orientar-me com ou em GPS.

Ana Ferro disse...

Agora só faltava o belo do grito lol Grita filha grita que isso faz-te bem lol

MSIAD A POTES disse...

Gaja boa isso é bom para ganhares musculo :P

hehehe

Lisa disse...

Raindogs:
Hum... fotógrafo... dava-me um jeito desmarcado mas acho que os gajos não estão interessados. É que já têm aqui a preta, mula, que vai aos sítios, ouve os cromos, tira as pictures, volta para a redacção, volta a ouvir os cromos, escreve, trata das pictures e só não pagina porque não calha.
A não ser que faças à direcção uma proposta aliciante. Força.

Msiad a potes:
Só não te espanco porque não estás aqui.
Beijo.