18 dezembro 2007

estranho...

Perdi a conta aos dias que passaram. Deixei passar os minutos, as horas, as manhãs. Esperei por um mais logo, que surgiu demasiado depressa. Tão depressa que não dei por ele. Envolvi-me no emprego. Ou trabalho. Ou qualquer outra coisa que, em vez de me ocupar míseras oito horas, passou a dominar a minha vida.
Deixei passar o tempo sem dar por ele. Acho que até as estações mudaram. Da última vez que reparei, estava sol. Lembro-me de o deixar acariciar-me o rosto. Hoje acordei com um dia cinzento. Chovia. E não reconheci o mundo.
Depois lembrei-me que este é, afinal, o meu novo mundo. Talvez tão cinzento como a manhã que hoje me acolheu.
Mas aguardo. Paciente com a minha impaciência. Talvez da próxima vez que acordar o sol tenha retornado aos meus dias.

3 comentários:

Ana Ferro disse...

Amiga tudo muda sim, e como dizes talvez sem darmos por isso...
Mas por vezs essas mudanças sao necessarias pra avançarmos como pessoas... Sinto falta de mta coisa q mudou, sim é verdade (ter-t perto pra conversarmos e tarmos na bacorice é uma delas) mas essa mudança foi necessaria pra duas avançarmos. Mudou o facto d ja nao estarmos perto, mas ao mm tempo tnh-t sempre aki no coraçao!!! Nao m eskeço d ti, preocupo-m ctig...tnh saudades! Mas tnh smp recordaçoes e o telemovel pa falar ctig (ok as vezs a é tua mae q m actualiza sobre mta coisa =p lol) Mas essa mudança q falas, de ter emprego e ocupar-t o tempo, axo q apesar d td é bom pra ti! Tas a fazer o q gostas =) Deixas d poder ter mais tempo pra ti, mas com o tempo tb isso vai mudar, vais ver! "O tempo passa e td muda". O q nunca vai mudar? A minha grande amizade por ti!!! Es a mana q nunca tive e tnh dito! Gosto mt d ti migah =) (Agora é a parte em q desatamos a chorar lolol) Beijoca grande minha bácora!

MSIAD A POTES disse...

Bem agora chega é a minha parte de fazer uma cena de ciúmes com as 2! :P

Beijokas

Lisa disse...

Dia 23. Domingo. Beja. Jantar da malta a convite do GrimReaper. Restaurante a designar. Café marcado para o bar do Serafim.