08 abril 2008

...

Gosto de conduzir.
Gosto de conduzir sozinha.
Gosto de conduzir sozinha noite dentro.
Gosto de conduzir sozinha, noite dentro, quando a chuva parece arrastar consigo todas as minhas inquietações.
Gosto de conduzir sozinha, noite dentro, quando a chuva parece arrastar consigo todas as minhas inquietações, por caminhos que não sei onde me levam.
E foi o que fiz ontem à noite. Com Cat Power como banda sonora.
Só quando me perco nas estradas que não conheço, como também aconteceu ontem, e o gasóleo se prepara para chegar ao fim, é que não gosto de conduzir sozinha, noite dentro, quando a chuva parece arrastar consigo todas as minhas inquietações, por caminhos que não sei onde me levam.
Como tudo o resto, também as vagabundagens têm prós e contras.

2 comentários:

Raindogs disse...

A planície escuta o trovão... isolada e só.

O mundo gira numa elipse silenciosa, enquanto aguardamos o ecoar dos pensamentos.


Fica bem.

Your´s truely
S.

Raindogs disse...

Já me esquecia....

Vê se dá:

http://particledecay.blogspot.com/